Narrativas

O economista liberal Paul Krugman concluí hoje no seu blog

“And it’s not just the Germans. It’s amazing how this whole crisis has been fiscalized; deficits, which are overwhelmingly the result of the crisis, have been retroactively deemed its cause. And at the same time, influential people around the world have seized on the idea of expansionary austerity, becoming ever more adamant about it as the alleged historical evidence has collapsed.”

Devo dizer que concordo, mas discordo.  Percebo perfeitamente que a crise é financeira na sua origem e que os défices públicos não são a razão estrutural (embora com certeza encontre economistas que pensem o contrário). No entanto, nem um economista com um prémio Nobel (seja lá o que isso vale) pode negar que  quando a economia está em crescimento deveria-se ter um superavit para que quando a crise chega (porque ela chega sempre!) se possa fazer qualquer coisa sem hipotecar completamente o futuro do país ( o próprio Krugman considere os juros que estamos a pagar completamente RUINOSOS).

http://nyti.ms/gq4hdc

Anúncios


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s