BE inspira-se nos problemas da geração “parva” e suaviza críticas ao PSD

in Público, 18.02.2011 – 23:00 Por Nuno Simas

“tem uma fundamentação ideológica e de esquerda. A começar pela acusação de que o Executivo do PS adoptou uma “política económica e social que tem atingido essencialmente os trabalhadores sem emprego e os jovens da geração mais preparada”.”

Pois, não é bem assim, também atacou os que ganhavam mais, se calhar o que o bloco quer dizer é que deviam ter atacado “mais” aqueles que ganham mais (estou a pensar um corte 20% em vez de 10% de corte no salário dos professores/funcionários públicos que ganham mais de 2000).

“O BE quer que a moção signifique uma recusa ao “gigantesco embuste da distribuição equilibrada dos sacrifícios “.”

Como assim? aqui penso que a culpa será da forma como a noticia foi construída, provavelmente o que o BE quererá dizer terá algum relacionamento com os impostos à banca e outro tipo de VERGONHAS que só são permitidas, na minha opinião, porque temos um estado gigantesco, invadido por mafiosos de 2ª categoria vulgo “boys”.

“O Governo “ignorou os sinais dos eleitores”.”

Claramente o Bloco também deve ter ignorado, que eu tivesse visto (se calhar estou enganado) mais 50% dos votantes meteram a cruz no lendário Cavaco Silva para PR (coisa que eu me posso orgulhar de NÃO ter feito).

http://publico.pt/1481044

Anúncios


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s